Após pouco mais de uma semana desde o protesto da Fortaleza Apavorada uma nova manifestação ocorreu, hoje, nos arredores do Castelão, estádio onde acontecia o jogo do Brasil e México pela das Copa das Confederações.

O batalhão de choque e a cavalaria da Polícia Militar do Ceará confrontaram os 80mil (de acordo com a PRF) cidadãos na avenida Alberto Craveiro a 3km da Arena Castelão.

Um grande tumulto se formou quando a polícia atirou bombas de gás lacrimogênio, balas de borracha e bombas de efeito moral na multidão. Houve resistência de quem estava á frente, os manifestantes se defendiam como pudiam e contra-atacaram jogando pedras nos policiais. Houve feridos dos dois lados.

O supermercado Makro foi o local de encontro, marcado pelos manifestantes, para inicio do protesto (foto: David Capibaribe)
O supermercado Makro foi o local de encontro, marcado pelos manifestantes, para inicio do protesto (foto: David Capibaribe)
Avenida Alberto Craveiro em 19 de junho de 2013 (foto: David Capibaribe)
Vista de cima da Avenida Alberto Craveiro em 19 de junho de 2013 (foto: David Capibaribe)
Manifestacao do dia 19 de junho de 2013 em Fortaleza, na Avenida Alberto Craveiro, com 80mil pessoas (foto: David Capibaribe)
No meio da multidão, na Avenida Alberto Craveiro, dia 19 de junho de 2013 (foto: David Capibaribe)
Linha de frente (foto: David Capibaribe)
Linha de frente (foto: David Capibaribe)
Policial do Batalhão de choque aponta arma em direção aos manifestantes (foto: David Capibaribe)
Policial do Batalhão de choque aponta arma em direção aos manifestantes (foto: David Capibaribe)
Batalhão da Polícia Militar em formação (foto: David Capibaribe)
Batalhão da Polícia Militar em formação (foto: David Capibaribe)
Manifestante pede PAZ (foto: David Capibaribe)
Manifestante pede PAZ (foto: David Capibaribe)
Manifestacao do dia 19 de junho de 2013 em Fortaleza, na Avenida Alberto Craveiro, com 80mil pessoas (foto: David Capibaribe)
Batalhão da Policia Militar avança em direção ao protesto (foto: David Capibaribe)
Manifestantes ocupam a Avenida Alberto craveiro (foto: David Capibaribe)
Manifestantes ocupam a Avenida Alberto craveiro (foto: David Capibaribe)
Bomba de gás lacrimongêneo lançado para dispersar a multidão (foto: David Capibaribe)
Bomba de gás lacrimongêneo lançado para dispersar a multidão (foto: David Capibaribe)
Torcedores indo em direção ao estádio Castelão (foto: David Capibaribe)
Torcedores indo em direção ao estádio Castelão (foto: David Capibaribe)
Policial do Batalhão de Choque da PM leva bombas de gás lacrimogêneo para atirar contra os manifestantes (foto: David Capibaribe)
Policial do Batalhão de Choque da PM leva bombas de gás lacrimogêneo para atirar contra os manifestantes (foto: David Capibaribe)
Manifestante resiste após ataques com bombas de gás lacrimogêno, balas de borracha e bombas de efeito moral (foto: David Capibaribe)
Manifestante resiste após ataques com bombas de gás lacrimogêno, balas de borracha e bombas de efeito moral (foto: David Capibaribe)

O coronel João Batista Bezerra dos Santos, um dos chefes da operação em Fortaleza, disse que em grande parte o protesto foi pacífico e que a orientação era não deixar os manifestantes se aproximarem do Castelão.

Hoje também houve protesto em São Paulo, onde a Rodovia Anchieta foi bloqueada e centenas saíram às ruas em bairros e cidades da periferia logo pela manhã. Em Belo Horizonte, manifestantes fizeram terceiro protesto desde o início da semana e pararam o centro da cidade. No fim da tarde, milhares de pessoas também se reuniram para uma manifestação em Niterói, no Rio de Janeiro.

Novas manifestações, em todo o Brasil, estão sendo marcadas via Facebook

Anterior

Fortaleza Apavorada

Próximo

21 de Junho de 2013

Faça seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.